fbpx
quinta-feira, 30 maio 2024

Produtores rurais do noroeste do Paraná partem em missão técnica a São Roque de Minas



Grupo de Querência do Norte, Paranacity, Marialva e Maringá conhecerá boas práticas relacionadas com a Indicação Geográfica no município mineiro e na região

Foto: Sebrae-PR / Por: Ingrid Souza

Agricultores da região noroeste do Paraná embarcam, nesta quarta-feira (19), em missão técnica para São Roque de Minas, município de Minas Gerais. Os convidados do Sebrae/PR para a caravana, que retorna no sábado (22), são produtores que buscam o registro de Indicação Geográfica (IG) para suas culturas, bem como os que possuem o reconhecimento.

A missão terá representantes do ginseng de Querência do Norte, do urucum de Paranacity e do café de Mandaguari, que vêm trabalhando para conquistar a IG para os seus produtos. Também viajam a Minas Gerais vinicultores de Marialva, que obtiveram, em 2017, a IG para as uvas finas do município.

“Hoje, produzo goiaba, pêssego e uva. A expectativa, com a visita técnica, é voltar com mais conhecimento para aplicar na produção das nossas uvas finas, que se distinguem no mercado por possuírem a IG”, diz o fruticultor Nelson Riccieri, que cultiva uvas em Marialva desde 1993.

Segundo o consultor do Sebrae/PR, Luiz Carlos da Silva, levar agricultores familiares para conhecerem de perto boas práticas realizadas em São Roque de Minas, faz parte de um trabalho que tem a intenção de favorecer a qualidade dos produtos do noroeste paranaense, de olho na IG.

“São Roque saiu de uma situação desfavorável para se tornar referência. Além de ver o trabalho dos empreendedores e de visitar fazendas que são modelos, os produtores também conhecerão mais sobre o Queijo da Canastra, um dos mais famosos e premiados do Brasil”, comenta o consultor.

Reconhecido com a IG por Indicação de Procedência (IP), o Queijo da Canastra é produzido em uma região que compreende os municípios de Piumhi, Bambuí, Delfinópolis, Vargem Bonita, Tapiraí, Medeiros e São Roque de Minas.

“Dentre outros destaques, São Roque é exemplo na produção de leite, queijos, cafés e turismo. E ensina, com sua história, como o associativismo e o cooperativismo mudaram os rumos da cidade”, acrescenta o consultor.

IG

A IG é um instrumento de propriedade industrial, obtido junto ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), que distingue a origem geográfica de um determinado produto ou serviço, por Indicação de Procedência (IP) ou por Denominação de Origem (DO).

Sobre o Sebrae 50+50
Em 2022, o Sebrae celebra 50 anos de existência, com atividades em torno do tema “Construir o futuro é fazer história”. Denominado Projeto Sebrae 50+50, a iniciativa enfatiza os três pilares de atuação da instituição: promover a cultura empreendedora, aprimorar a gestão empresarial e desenvolver um ambiente de negócios saudável e inovador para os pequenos negócios no Brasil. Passado, presente e futuro estão em foco, mostrando a evolução desde a fundação em 1972 até os dias de hoje, com um olhar também para os novos desafios que virão para o empreendedorismo no país.

Fonte: Maringá Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Posso ajudar?