sábado, 19 agosto 2017
Inicial / Notícias / Mortes de macacos são confirmadas em Belo Horizonte, Betim e Contagem

Mortes de macacos são confirmadas em Belo Horizonte, Betim e Contagem



Não há notificação de casos de febre amarela em humanos nas três cidades, segundo a Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais.

Mortes de macacos por febre amarela foram confirmadas em Belo Horizonte, Contagem e Betim, de acordo com a Secretaria de Estado de Saúde Minas Gerais. O último informe epidemiológico afirma que, apesar da presença de circulação do vírus entre estes animais, até o momento, não há notificação de casos de febre amarela em humanos nas três cidades.

Exames também confirmaram a doença em macacos mortos em Bocaiuva, Norte de Minas; Poços de Caldas, na Região Sul; Curvelo, na Região Central, e Japaraíba, no Centro-Oeste. Nestas localidades, também não há notificações em humanos.
Também na Grande BH, as cidades de Ribeirão das Neves, Nova Lima e Lagoa Santa têm registro de rumor de morte de macacos.

Segundo a secretaria, os macacos são um indicador importante para a vigilância da febre amarela, porque adoecem primeiro e, a partir dos registros de óbitos, se obtém informações sobre a circulação do vírus. Os animais não transmitem a doença. O governo informa que, a partir das confirmações de mortes dos animais, a vacinação deve ser intensificada nestas localidades.
A notificação da morte ou mesmo de macacos doentes pode ser realizada por qualquer indivíduo, e deve ser feita o mais brevemente possível para Secretaria Municipal de Saúde (SMS) para que as devidas providências possam ser tomadas a contento.

Ainda de acordo com o informe epidemiológico divulgado nesta quinta-feira (9), entre dezembro de 2016 e fevereiro de 2017, foram detectados resultados positivos para febre amarela de primatas em 65 cidades mineiras.
Em 2017, a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) confirmou 68 mortes e 195 casos de febre amarela. Outros 93 óbitos suspeitos da doença são investigados. A secretaria também investiga 705 casos suspeitos da doença. Outros 54 foram descartados.

 

Fonte: http://g1.globo.com/minas-gerais/noticia/mortes-de-macacos-sao-confirmadas-em-belo-horizonte-betim-e-contagem.ghtml

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *