quinta-feira, 23 novembro 2017
Inicial / Notícias / Mineiros são homenageados na França

Mineiros são homenageados na França



Quatro mineiros foram homenageados pela Guilde International des Fromagers, na França, neste domingo, 11: o superintendente técnico da FAEMG, Altino Rodrigues Neto e os produtores de queijo Mariana Resende, Roberto de Castro e João Leite.


Eles foram indicados pela diretora da ONG SertãoBras, Débora Pereira, que é associada à instituição: “O Guilde é como se fosse uma maçonaria do queijo: tem entre seus associados, indústrias multinacionais e pequenos produtores, que se ajudam mutuamente. A entidade faz lobby internacional do queijo ao redor do mundo”, explicou Débora.

Segundo ela, o presidente da Guilde Internacional, Pierre Androuet, se mostrou empenhado em promover o queijo brasileiro e anunciou a realização de um evento da entidade no Brasil, em 2018.
Homenageados
Altino Rodrigues Neto, superintendente técnico da FAEMG: “Estou honrado e surpreso. Quando era diretor-geral do IMA, apesar de ter de aplicar a legislação, sempre apoiei os esforços dos produtores de queijo para regularizar seus produtos.”
Mariana Resende, produtora na região do Campo das Vertentes: “Dedico esta homenagem ao meu pai, João Dutra, produtor do Catauá, que tanto tem lutado pela valorização do queijo na região das Vertentes.”
Roberto Castro, produtor na região do Serro: “Foi uma vitória dos nossos produtores. Sou apenas o representante deles aqui, tanto que a medalha e o diploma ficarão na sede do Sindicato.”
João Leite, produtor na região da Canastra: “Foi a maior surpresa da minha vida. Foi uma emoção indescritível. Sempre lutei pelo queijo por amor, nunca busquei reconhecimento”.Homenageados
Altino Rodrigues Neto, superintendente técnico da FAEMG: “Estou honrado e surpreso. Quando era diretor-geral do IMA, apesar de ter de aplicar a legislação, sempre apoiei os esforços dos produtores de queijo para regularizar seus produtos.”
Mariana Resende, produtora na região do Campo das Vertentes: “Dedico esta homenagem ao meu pai, João Dutra, produtor do Catauá, que tanto tem lutado pela valorização do queijo na região das Vertentes.”
Roberto Castro, produtor na região do Serro: “Foi uma vitória dos nossos produtores. Sou apenas o representante deles aqui, tanto que a medalha e o diploma ficarão na sede do Sindicato.”
João Leite, produtor na região da Canastra: “Foi a maior surpresa da minha vida. Foi uma emoção indescritível. Sempre lutei pelo queijo por amor, nunca busquei reconhecimento”.

Fonte: http://atilalemos.com.br/2017/06/mineiros-sao-homenageados-na-franca/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *